Voltar

Mioma Uterino

Palavras relacionados

Compartilhe este conteúdo

Os miomas uterinos são tumores não cancerígenos que se desenvolvem no útero, geralmente durante os anos reprodutivos de uma mulher. Eles consistem em tecido muscular e fibroso e são comuns, afetando até 70% das mulheres em algum momento de suas vidas. 

Embora muitas mulheres possam não apresentar sintomas, os miomas podem causar desconforto e complicações, especialmente durante a gestação.

Diagnóstico Durante a Gestação

Durante a gestação, o diagnóstico de mioma uterino pode ser desafiador, pois os sintomas podem ser confundidos com os próprios sintomas da gravidez. O reconhecimento precoce é crucial, pois os miomas podem aumentar o risco de complicações durante a gestação e o parto.

Exames de imagem, como ultrassonografia, geralmente são utilizados para diagnosticar miomas uterinos durante a gestação.

Impacto do Mioma Uterino na Saúde Materna e Fetal

Os miomas uterinos podem afetar a saúde da mãe e do feto de várias maneiras. Eles podem aumentar o risco de aborto espontâneo, parto prematuro, placenta prévia (quando a placenta cobre total ou parcialmente o colo do útero), restrição de crescimento fetal e apresentação anormal do feto. 

Além disso, os miomas podem aumentar o risco de complicações durante o parto, como hemorragia pós-parto e necessidade de cesariana.

Possíveis Causas do Mioma Uterino e Fatores de Risco

As causas exatas dos miomas uterinos não são totalmente compreendidas, mas vários fatores podem estar envolvidos em seu desenvolvimento. Estes incluem influências genéticas, hormonais e ambientais. 

Mulheres com histórico familiar de miomas, mulheres obesas e aquelas que começaram a menstruar precocemente têm maior probabilidade de desenvolver miomas uterinos.

Tratamento do Mioma Uterino

O tratamento do mioma uterino varia de acordo com a gravidade dos sintomas e as preferências da paciente.

  • Observação Ativa: Para miomas pequenos e assintomáticos, os médicos podem optar por simplesmente monitorar sua progressão ao longo do tempo.
  • Medicamentos: Contraceptivos hormonais ou agonistas do GnRH podem ser prescritos para aliviar sintomas como sangramento menstrual intenso e dor pélvica.
  • Embolização das Artérias Uterinas: Um procedimento minimamente invasivo que bloqueia o suprimento sanguíneo para os miomas, ajudando a reduzir os sintomas.
  • Miomectomia: Uma cirurgia para remover os miomas do útero, preservando o órgão. Pode ser realizada de várias maneiras, incluindo laparoscopia ou histeroscopia.
  • Histerectomia: Em casos graves, onde os miomas causam sintomas incapacitantes e outras opções de tratamento não são eficazes, a remoção completa do útero pode ser considerada.

Medidas Preventivas 

Embora não existam medidas preventivas específicas conhecidas para evitar o desenvolvimento de miomas uterinos, manter um peso saudável, fazer exercícios regularmente e evitar o tabagismo podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver miomas. 

Durante a gestação, um acompanhamento pré-natal cuidadoso é essencial para monitorar o crescimento e o desenvolvimento fetal, bem como para detectar e gerenciar quaisquer complicações relacionadas aos miomas uterinos.

Exemplos de Casos e Abordagens Personalizadas

Cada caso de mioma uterino durante a gestação é único, e a abordagem de tratamento deve ser personalizada para atender às necessidades individuais da mãe e do feto. 

Em alguns casos, os miomas podem diminuir de tamanho durante a gestação devido a alterações hormonais, o que pode reduzir os sintomas e a necessidade de intervenção médica. Em outros casos, pode ser necessário realizar cirurgia para remover os miomas ou monitorar de perto os sintomas ao longo da gestação.

Os miomas uterinos podem afetar significativamente a qualidade de vida das mulheres. Embora muitas mulheres possam não apresentar sintomas, outras podem experimentar desconforto, dor pélvica, sangramento menstrual abundante e até mesmo infertilidade devido aos miomas. 

A conscientização sobre essa condição e a busca por tratamento adequado são fundamentais para garantir o bem-estar geral da mulher. Com opções de tratamento que vão desde a monitorização cuidadosa até procedimentos cirúrgicos, é importante que as mulheres tenham acesso a informações precisas e apoio médico para tomar decisões informadas sobre sua saúde ginecológica. 

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624