Voltar
  • Home
  • blog
  • Qual remédio para o estômago a grávida pode tomar? Entenda!

Qual remédio para o estômago a grávida pode tomar? Entenda!

7 de dezembro de 2022

Qual remédio para o estômago a grávida pode tomar? Entenda!

A gestação é um período em que o corpo da mulher passa por muitas mudanças, sendo que algumas delas são desconfortáveis. Por sinal, é comum sentir dor de estômago e azia, por exemplo. Nesses casos, qual remédio para o estômago a grávida pode tomar?

Por estar gerando uma vida dentro do ventre, além de ser a única fonte de nutrientes, vitaminas e alimento que o feto recebe, a gestante não pode consumir qualquer alimento. E a mesma lógica se aplica aos medicamentos.

Na fase gestacional, deve-se redobrar o cuidado com a alimentação, a rotina e os remédios. A propósito, vale lembrar que se automedicar nunca é recomendado, sobretudo durante a gestação. 

Mas isso não significa que a futura mamãe deve sofrer com dores e mal-estar, uma vez que existem métodos recomendados para aliviar os desconfortos. Então, continue a leitura para descobrir como ter uma gestação mais segura e saudável, com foco no bem-estar.

O que causa a dor no estômago na gravidez?

A dor no estômago na gravidez é um sintoma comum. No entanto, nada tem a ver com o fato do bebê ser cabeludo ou não. Antigamente, acreditava-se que a azia estava ligada ao tanto de cabelo que o feto tinha.

Na verdade, isso ocorre porque, no decorrer da gestação, o estômago produz mais enzimas digestivas e ácido do que o comum. Outro fator que ajuda a desenvolver essa dor é o aumento do útero para gerar o feto.

Conforme o útero aumenta para acomodar o bebê, o estômago é empurrado para cima. Esse movimento tende a causar dor, queimação e refluxo gastroesofágico, gerando bastante desconforto para a mulher.

Quando a dor no estômago é acompanhada de diarreia, ela deve prestar bastante atenção, pois isso pode significar uma intoxicação alimentar. Nesse caso, o recomendado é beber bastante líquido para se manter hidratada. 

Já quando a dor é acompanhada de queimação e náusea, pode ser um sinal de gastrite, que é caracterizada pela forte dor na “boca do estômago”. Normalmente, é aliviada quando a gestante come, mas piora se houver estresse. 

O que fazer para aliviar a dor no estômago?

Existem algumas ações recomendadas para o alívio da dor no estômago na gestação, como não beber líquidos junto com as refeições. Isso porque o ato de beber enquanto come faz com que o estômago se dilate. 

Diminuir as porções de comida também é um bom método. Nesse ponto, deve-se fazer mais refeições durante o dia, porém, com porções menores. 

Evitar alimentos gordurosos é uma recomendação a ser seguida em quaisquer situações. Estando grávida ou não, esses tipos de alimentos não são bons para a saúde, uma vez que tardam a digestão, o que pode gerar o desconforto estomacal. 

Adicionalmente, o estresse e os longos períodos de jejum causam mal-estar no estômago, assim como o uso de medicamentos de uso contínuo. 

Caso a dor seja persistente e aguda, indica-se procurar um médico especialista e, também, informar o obstetra. Só assim será possível identificar a real causa do desconforto e começar um tratamento adequado. 

O que a grávida pode tomar para a azia?

Como citado na introdução deste conteúdo, a gestante não pode fazer uso de todo e qualquer medicamento. Por isso, recomenda-se sempre procurar um médico para fazer o tratamento apropriado para cada caso clínico. 

A boa notícia é que boa parte dos remédios naturais e fitoterápicos podem ser usados pelas futuras mamães, mas vale conversar com o médico antes, ok? Por exemplo, no caso da azia, será que existe alguma opção? Se sim, qual antiácido pode-se tomar na gravidez?

Antiácidos à base de cálcio ou magnésio, quando recomendados por médicos, podem ser uma solução para a azia em gestantes. Por outro lado, as grávidas devem evitar os que são feitos com bicarbonato de sódio.

O mais saudável é fazer uso de remédios naturais ou dos alimentos que aliviam o mal-estar, como a água de côco. Por sua vez, as amêndoas ajudam a reduzir o ácido estomacal, assim como a erva-doce e o gengibre auxiliam o processo de digestão.

Gestante pode tomar chá de boldo?

Não é recomendável para a gestante tomar esse chá. Embora seja um remédio natural que combate problemas de digestão, o boldo pode ter efeitos negativos no feto, especialmente nos primeiros três meses da gestação e, portanto, deve ser evitado pelas grávidas.

Como não há muitos estudos sobre o uso da erva e os efeitos na gestação, não se pode determinar a dose exata do chá que poderia fazer mal ao feto em desenvolvimento. Logo, a dica é ter cautela máxima com o consumo, evitando o boldo na gestação e no puerpério.

De fato, a mãe continua transferindo nutrientes para o bebê depois do nascimento, por meio da amamentação. Sendo assim, os médicos recomendam que as mães não tomem chá de boldo, nem de carqueja enquanto estão amamentando.

Mas, afinal, qual remédio para o estômago a grávida pode tomar?

Em linhas gerais, nenhum medicamento deve ser usado por gestantes sem a devida recomendação médica. O mais saudável e seguro a ser feito é seguir as dicas de boa alimentação e o uso de remédios naturais, sempre dialogando com o obstetra.

Contudo, existem casos em que a intervenção com medicamentos de laboratório precisa ser feita. Quando for necessário, um médico especialista deve ser consultado para que o tratamento correto seja administrado, de modo que o bebê e a gestante fiquem seguros.
E, agora que você já sabe qual remédio para o estômago a grávida pode tomar, que tal ler outros conteúdos do blog da Maternidade Santa Joana? Por falar nisso, aproveite a oportunidade para conhecer todos os cuidados que dedicamos às mamães e aos bebês.

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624