Voltar

Infecção Urinária na Gravidez

Palavras relacionados

Compartilhe este conteúdo

A infecção urinária na gravidez é uma condição caracterizada pela presença de bactérias no trato urinário durante a gestação. 

Essa infecção pode ocorrer em qualquer parte do sistema urinário, incluindo os rins, ureteres, bexiga ou uretra. É uma preocupação significativa durante a gravidez devido aos potenciais riscos para a mãe e o feto.

Sintomas da Infecção Urinária 

Os sintomas comuns de infecção urinária na gravidez incluem dor ao urinar, aumento da frequência urinária, dor na região pélvica e presença de sangue na urina. 

É importante destacar que algumas mulheres podem não apresentar sintomas, o que ressalta a importância dos exames de rotina durante a gravidez. 

Os sintomas da infecção urinária durante a gravidez podem variar, mas geralmente incluem:

  • Dor ou ardor ao urinar.
  • Necessidade frequente e urgente de urinar.
  • Urina com odor forte.
  • Presença de sangue na urina.
  • Desconforto na região pélvica.

Diagnóstico da Infecção Urinária na Gravidez

O diagnóstico é feito por meio de exame de urina, que identifica a presença de bactérias e/ou glóbulos brancos, e pode ser complementado por cultura de urina para determinar o tipo específico de bactéria presente.

  • Teste de urina rotineiro.
  • Cultura de urina.

Esses exames identificam a presença de bactérias e determinam o tipo de microrganismo causador da infecção.

Impacto na Saúde Materna e Fetal

A infecção urinária na gravidez pode ter sérias repercussões para a saúde materna e fetal. Não tratada, pode levar a complicações como pielonefrite, uma infecção renal grave que pode resultar em parto prematuro, baixo peso ao nascer e até mesmo sepse, representando riscos significativos para a saúde tanto da mãe quanto do bebê.

A condição não tratada durante a gravidez também pode aumentar o risco de desenvolvimento de hipertensão gestacional e pré-eclâmpsia.

Tratamento e Prevenção

O tratamento geralmente envolve o uso de antibióticos seguros para gestantes, prescritos pelo médico após a confirmação do diagnóstico. 

É crucial que o tratamento seja seguido rigorosamente para garantir a eliminação completa da infecção e prevenir complicações. Medidas preventivas desempenham um papel fundamental na redução do risco de infecção urinária durante a gravidez. 

Beber bastante água, urinar frequentemente, evitar segurar a urina por longos períodos e manter uma boa higiene pessoal são estratégias importantes para prevenir a infecção urinária durante a gestação.

Riscos da Infecção Urinária na Gravidez

Entre os principais riscos associados à infecção urinária na gravidez está o aumento do risco de parto prematuro. Mulheres grávidas com infecção urinária não tratada têm maior probabilidade de dar à luz prematuramente, o que pode resultar em complicações neonatais e aumentar as taxas de morbidade e mortalidade infantil. 

A infecção urinária recorrente durante a gravidez pode estar associada a um maior risco de infecções do trato urinário nos recém-nascidos, destacando a importância do diagnóstico e tratamento oportunos.

Essa é uma condição comum, porém potencialmente grave, que requer atenção médica imediata. Compreender os sintomas, realizar exames de rotina e adotar medidas preventivas são passos essenciais para garantir uma gestação saudável e minimizar os riscos para a mãe e o bebê. 

O tratamento oportuno e adequado é fundamental para prevenir complicações graves e promover um desfecho positivo para a gestação.

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624