Voltar

Cólica na Gravidez

Palavras relacionados

Compartilhe este conteúdo

A cólica na gravidez é uma condição comum caracterizada por dores abdominais inferiores durante a gestação. Essas cólicas podem variar em intensidade e duração, podendo ser leves e esporádicas ou mais intensas e persistentes. 

É importante reconhecer e tratar essa condição durante a gravidez, pois pode ser um sinal de problemas subjacentes que requerem atenção médica. 

Causas da Cólica na Gravidez

As cólicas na gravidez podem ser causadas por uma variedade de fatores, sendo os mais comuns:

  • Distensão Ligamentar: À medida que o útero se expande para acomodar o crescimento do feto, os ligamentos que o sustentam podem esticar, causando desconforto abdominal.
  • Constipação: As mudanças hormonais durante a gravidez podem desacelerar o sistema digestivo, levando à constipação, que por sua vez pode causar cólicas.
  • Gases: A produção aumentada de gases durante a gravidez pode causar desconforto abdominal e cólicas.
  • Infecções Urinárias: Infecções do trato urinário são comuns durante a gravidez e podem causar dor e desconforto abdominal.
  • Contrações de Braxton Hicks: Contrações uterinas leves e irregulares, conhecidas como contrações de Braxton Hicks, podem causar cólicas semelhantes às dores de trabalho de parto, especialmente no terceiro trimestre.

Impacto na Saúde Materna e Fetal

Embora a cólica na gravidez seja geralmente benigna, pode indicar problemas subjacentes que requerem atenção médica. Ignorar a dor abdominal durante a gravidez pode levar a complicações graves para a mãe e o feto.  

  • Desconforto Materno: A cólica constante pode causar desconforto significativo para a mãe, afetando sua qualidade de vida e bem-estar emocional.
  • Parto Prematuro: Em alguns casos, cólicas persistentes podem estar associadas a problemas como trabalho de parto prematuro, o que pode representar riscos para a saúde do feto.
  • Estresse Fetal: O estresse materno causado pela dor abdominal pode afetar o bem-estar do feto, aumentando o risco de complicações durante a gravidez e no parto.

Abordagens de Manejo e Tratamento

No contexto da gestação, o manejo e tratamento adequados da cólica tornam-se essenciais para garantir o bem-estar tanto da mãe quanto do feto. 

Uma variedade de estratégias podem ser empregadas, desde medidas simples de autocuidado até intervenções médicas sob orientação profissional, todas visando proporcionar alívio seguro e eficaz da cólica, sem comprometer a saúde materna ou fetal.

  • Repouso e Relaxamento: Descansar e evitar atividades extenuantes pode ajudar a aliviar a cólica e reduzir o desconforto.
  • Hidratação Adequada: Beber bastante água pode ajudar a prevenir a constipação e reduzir o desconforto abdominal associado.
  • Dieta Equilibrada: Uma dieta rica em fibras e pobre em alimentos que causam gases pode ajudar a prevenir a constipação e os gases, reduzindo assim as cólicas.
  • Exercícios de Respiração: Práticas de respiração profunda e relaxamento podem ajudar a aliviar o desconforto causado pelas contrações de Braxton Hicks.
  • Medicação Sob Orientação Médica: Em casos de dor intensa, o médico pode prescrever medicamentos seguros para aliviar o desconforto, garantindo que sejam seguros para uso durante a gravidez.

É fundamental que as gestantes relatem qualquer dor abdominal ao seu médico para avaliação adequada e orientação sobre o manejo e tratamento adequados. Ignorar a cólica na gravidez pode resultar em complicações graves, tanto para a mãe quanto para o feto. 

A cólica na gravidez é uma condição comum que pode causar desconforto significativo para a mãe e levantar preocupações sobre a saúde do feto. Ao compreender as possíveis causas, os impactos na saúde materna e fetal e as abordagens de manejo e tratamento recomendadas, as gestantes podem enfrentar a cólica com mais confiança e tranquilidade. 

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624