Voltar
  • Home
  • blog
  • Prematuros: perigos e finais felizes

Prematuros: perigos e finais felizes

14 de março de 2012

Prematuros: perigos e finais felizes

“O pequeno mundo dos bebês que nascem antecipadamente é um paraíso com muitos perigos, mas muitos finais felizes”, disse a neonatologista Filomena Bernardes de Melo, do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo, em entrevista ao site bebe.com. Isso porque, mesmo com todos os problemas decorrentes da prematuridade, entender as necessidades desses recém-nascidos permite que as mamães lidem com a situação da melhor forma possível. Munidas de informações, elas até conseguem, em alguns casos, prevenir o parto adiantado.
É sempre bom lembrar que a gestação completa tem duração de 280 dias, a partir da data da última menstruação, o que totaliza 40 semanas. São os popularmente conhecidos “nove meses”. Um bebê é considerado prematuro quando nasce antes de 37 semanas. O tempo total de gestação e o estágio de desenvolvimento intra-uterino permitem mensurar o grau de prematuridade.
Uma série de doenças maternas podem trazer o bebê ao mundo antes do previsto: hipertensão arterial; diabetes; doenças placentárias, como o descolamento prematuro da placenta ou a chamada placenta prévia; infecções; anomalias uterinas; entre outras, menos frequentes. Além disso, com o aumento do número de reproduções assistidas, a quantidade de gêmeos aumentou. E a ciência já sabe que gestações múltiplas têm, frequentemente, uma menor duração. Por esse motivo, a forma mais eficiente de prevenir o nascimento prematuro, unanimemente recomendada pelos pediatras neonatologistas, é um adequado e rigoroso acompanhamento pré-natal.
 Dra. Filomena de Melo explica que todos os órgãos e sistemas requerem 40 semanas para completar sua formação. “Nos últimos meses, a pele se torna mais resistente, há um acúmulo de gordura importante para a regulação da temperatura corporal e o sistema nervoso central acaba de se formar. Mas, ele nem sempre está pronto para enviar comandos simples, como o do movimento respiratório, até que esteja completamente amadurecido”, detalha. O Hospital e Maternidade Santa Joana é referência no tratamento de prematuros. Saiba mais aqui.

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624