Voltar
  • Home
  • blog
  • Volta ao trabalho: é possível continuar amamentando!

Volta ao trabalho: é possível continuar amamentando!

5 de agosto de 2015

Volta ao trabalho: é possível continuar amamentando!

*Imagem meramente ilustrativa. A pessoa da imagem não é um paciente do Hospital e Maternidade Santa Joana.


Todos os anos, o mês de agosto é marcado pela comemoração da Semana Mundial do Aleitamento Materno e, neste período, cerca de 170 países organizam ações que têm o objetivo de aumentar os índices de amamentação no mundo.
Em 2015, a World Alliance for Breastfeeding Action (Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno) definiu que o tema a ser discutido durante a semana da amamentação é a “Volta ao Trabalho após o fim da licença maternidade”.
O assunto é extremamente importante, pois este é um dos períodos mais delicados da vida da mulher. Muitas se sentem culpadas por terem de se ausentar um pouco da rotina do filho recém-nascido. Por isso, a manutenção do aleitamento materno é importante para amenizar esse momento e manter a proximidade da relação entre mãe e bebê.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o ideal é que a criança seja alimentada exclusivamente de leite materno até os seis meses de vida. No entanto, a maioria das empresas segue a lei brasileira que permite apenas quatro meses de licença maternidade.
Dessa forma, para não interromper esse período essencial da amamentação, orienta-se que as mães que devem retornar ao trabalho retirem o leite do seio por meio de uma bomba de sucção e o armazenem em recipientes de vidro com tampas de plástico, previamente esterilizados. “Para a retirada do leite materno, a mãe deve estar com as mãos lavadas, se possível com touca nos cabelos, e ferver antes por cerca de 5 minutos o material que será utilizado para esterilizá-lo”, explica a neonatologista do Hospital e Maternidade Santa Joana, Dra. Clery Gallacci. Tanto bombas elétricas quanto manuais podem ser alugadas ou adquiridas em casas especializadas.
O leite materno pode ser mantido em freezer até 15 dias após a retirada e em geladeira até no máximo 12 horas. Por isso, recomenda-se etiquetar cada frasco com data e hora ao armazená-lo. Para descongelar, o frasco deve ser posto em banho-maria à temperatura ambiente. Para que o leite não cesse, é essencial sempre estimular a amamentação. “No trabalho, se possível, retirar a cada 3 ou 4 horas, ou pelo menos na hora de descanso do almoço”, orienta Dra. Clery.
Ao alimentar o bebê com o leite materno armazenado, o melhor é oferecê-lo em mamadeiras com bico ortodôntico. “O movimento de sucção é importante para o desenvolvimento da musculatura facial. O sugar proporciona sensação de bem-estar, melhora o estímulo para a linguagem e prepara para a oferta de alimentos sólidos que serão acrescentados ao longo do crescimento”, esclarece a neonatologista.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624