Voltar
  • Home
  • blog
  • Tipos de Anestesia no Parto: Guia Completo para Mães

Tipos de Anestesia no Parto: Guia Completo para Mães

28 de abril de 2014

Tipos de Anestesia no Parto: Guia Completo para Mães

Geralmente, a ansiedade das mães de primeira viagem aumenta muito quando chega a hora do parto. Uma dúvida constante relaciona-se à dor que podem sentir durante o trabalho de parto e no procedimento em si.

Uma das questões cruciais é a escolha do tipo de anestesia a ser utilizada durante o processo. É nesse contexto que este guia informativo, vamos explorar os tipos de anestesia disponíveis durante o parto e oferecer informações confiáveis para que você possa tomar decisões informadas durante esse momento crucial.

O Que É Anestesia?

A anestesia é um componente fundamental do mundo da medicina, e sua função é simples, porém vital: induzir a perda temporária da sensação ou consciência em um paciente. Isso é alcançado através de substâncias anestésicas que impedem a transmissão de sinais de dor para o cérebro ou induzem um estado de inconsciência temporária.

A anestesia é frequentemente utilizada em procedimentos cirúrgicos e, claro, no contexto do parto. Ela desempenha um papel crucial ao garantir que as mães possam dar à luz com conforto e segurança, minimizando a dor associada ao processo.

Os avanços na medicina anestésica ao longo dos anos resultaram em diferentes tipos de anestesia, cada um adaptado a situações específicas. Portanto, compreender o que é anestesia e como ela funciona é o primeiro passo para tomar decisões informadas sobre o tipo de anestesia a ser utilizada durante o parto. 

Tipos de Anestesia no Parto: Uma Necessidade Comum

O processo de dar à luz é uma experiência única e transformadora na vida de uma mulher. Embora seja um momento repleto de alegria e expectativa, muitas mães também enfrentam a preocupação em relação à dor e ao desconforto associados ao parto. Nesse contexto, a anestesia desempenha um papel fundamental, tornando-se uma necessidade comum e altamente relevante.

A anestesia no parto é um recurso valioso para aliviar a dor e garantir que a mãe possa passar por esse momento de forma mais tranquila e confortável. Ela pode ser utilizada de diversas maneiras, adaptando-se às preferências e necessidades individuais das gestantes. 

Tipos de Anestesia para o Parto

No mundo da obstetrícia, diferentes tipos de anestesia podem ser utilizados para aliviar a dor e o desconforto durante o parto. Cada tipo de anestesia tem características distintas e é aplicado de maneira específica. A seguir, apresentamos os principais tipos de anestesia que as mães podem considerar durante o processo de parto:

1. Anestesia Geral:

A anestesia geral é uma técnica que induz um estado de inconsciência temporária. Ela é geralmente reservada para situações de emergência ou cirurgias cesarianas, quando outros métodos não podem ser utilizados. Durante a anestesia geral, a mãe fica totalmente inconsciente e não sentirá dor.

2. Anestesia Peridural:

A anestesia peridural é uma das opções mais comuns para alívio da dor durante o parto. Nesse método, um anestésico é administrado na região lombar da coluna, bloqueando a sensação de dor na parte inferior do corpo. A mãe permanece acordada e alerta, mantendo a capacidade de empurrar durante o parto.

3. Anestesia Raquidiana:

Similar à peridural, a anestesia raquidiana envolve a administração de anestésicos na região lombar. No entanto, a raquidiana proporciona um bloqueio mais completo da dor e é frequentemente usada para cesarianas e partos com instrumentação.

Cada tipo de anestesia tem suas vantagens e desvantagens, e a escolha dependerá das circunstâncias individuais e das preferências da mãe. 

Tipos de Anestesia: Qual a Diferença entre Anestesia Peridural e Raquidiana

Quando se trata de escolher o tipo de anestesia para o parto, muitas mães se deparam com a questão: qual é a diferença entre a anestesia peridural e a anestesia raquidiana? Ambas são técnicas comuns usadas para aliviar a dor durante o parto, mas têm características distintas:

Anestesia Peridural:

A anestesia peridural envolve a administração de anestésicos na região lombar, especificamente no espaço epidural. Isso bloqueia as sensações de dor na parte inferior do corpo, permitindo que a mãe permaneça acordada e alerta durante o parto. 

A peridural é frequentemente usada em partos normais e cesarianas, proporcionando alívio eficaz da dor.

Anestesia Raquidiana:

A anestesia raquidiana é semelhante à peridural, pois envolve a administração de anestésicos na região lombar. No entanto, a diferença principal é a concentração do anestésico e o nível de bloqueio da dor. 

A raquidiana proporciona um bloqueio mais intenso e rápido, tornando-a adequada para intervenções cirúrgicas, cesarianas e partos com instrumentação. A mãe também permanece acordada, mas pode sentir menos sensação nas pernas.

Como escolher entre os tipos de anestesia

A escolha entre a anestesia peridural e a raquidiana dependerá das circunstâncias do parto e das preferências individuais. É importante discutir essas opções com o seu obstetra para tomar a decisão mais adequada ao seu caso.

Em geral, a raqui é utilizada nas cesarianas e a peridural, nos partos normais, que costumam ser mais longos. Quando o trabalho de parto já está avançado, o mais comum é utilizar a raqui, pelo seu efeito imediato”, explica Dra. Monica Siaulys, anestesiologista-chefe do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Outra dúvida comum refere-se ao lugar do corpo em que as anestesias são aplicadas. Dra. Mônica responde: “Nas costas, entre as vértebras. Antes de introduzir a agulha com o anestésico, o anestesiologista aplica um anestésico tópico (local)”.

Para cada futura mamãe, há um tipo de anestesia mais adequado ao seu quadro clínico e às características do seu organismo. Antes do parto, o anestesista faz uma criteriosa análise para decidir o tipo de anestesia e a quantidade ideal que indicará.

Em alguns casos, é preciso combinar a raquidiana com a peridural para se beneficiar do efeito das duas. “A anestesia combinada é a utilização das duas anestesias – ministrando a peridural junto com uma pequena dose de raquidiana. Os benefícios são a ação rápida da raqui, promovendo alívio da dor, e a ação prolongada da peridural. Esse tipo de conduta é conhecido como duplo bloqueio”, esclarece Dra. Monica.

Importância da Escolha dos Tipos de Anestesia no Parto:

A escolha do tipo de anestesia para o parto é um aspecto crucial na jornada de uma mãe. Ela pode afetar significativamente a experiência do parto e o bem-estar da mãe e do bebê. 

Portanto, a importância de tomar uma decisão informada não pode ser subestimada. Vamos explorar por que a escolha da anestesia é tão vital.

1. Alívio da Dor e Conforto:

A anestesia desempenha um papel essencial no alívio da dor durante o parto. Escolher o tipo certo de anestesia pode proporcionar maior conforto à mãe e ajudá-la a enfrentar o trabalho de parto de forma mais tranquila.

2. Participação Ativa:

A anestesia peridural e raquidiana permite que a mãe permaneça acordada e alerta durante o parto. Isso possibilita a participação ativa no processo, incluindo a capacidade de empurrar quando necessário.

3. Circunstâncias Individuais:

Cada parto é único, e as circunstâncias individuais podem influenciar a escolha do tipo de anestesia. Por exemplo, a anestesia geral pode ser necessária em situações de emergência, enquanto a peridural ou raquidiana podem ser preferidas em partos planejados.

4. Personalização da Experiência:

A escolha da anestesia permite que as mães personalizem sua experiência de parto, adaptando-a às suas necessidades e desejos. Isso pode contribuir para uma experiência mais positiva e menos traumática.

5. Conversa com Profissionais de Saúde:

A orientação e o diálogo com os profissionais de saúde, como obstetras e anestesistas, desempenham um papel fundamental na tomada de decisões. 

Eles podem oferecer recomendações com base nas circunstâncias individuais e nas preferências da mãe.

Tipos de Anestesia: Tomando Decisões Informadas

A escolha entre os tipos de anestesia durante o parto é uma decisão significativa e pessoal para todas as futuras mães. É fundamental compreender as opções disponíveis, considerar as circunstâncias individuais e discutir com os profissionais de saúde para tomar uma decisão informada.

Confiança na equipe médica que realizará o parto também é essencial para reduzir a ansiedade. Tire todas as dúvidas sobre o tema com seu obstetra durante o pré-natal. A escolha de uma instituição especializada também é fundamental.

Para continuar aprofundando seu conhecimento sobre o tema e obter informações valiosas para sua jornada de maternidade, convidamos você a explorar mais em nosso blog. Lá, você encontrará artigos informativos sobre saúde materna, cuidados com o bebê e muito mais!

Lembre-se, a escolha da anestesia é uma parte fundamental do seu plano de parto. Certifique-se de conversar com seus profissionais de saúde e tomar decisões que atendam às suas necessidades e desejos pessoais.

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624