Voltar
  • Home
  • blog
  • Prevenindo a dor de ouvido em bebês e crianças

Prevenindo a dor de ouvido em bebês e crianças

5 de setembro de 2012

Prevenindo a dor de ouvido em bebês e crianças

*Imagem meramente ilustrativa. A pessoa da imagem não é um paciente do Hospital e Maternidade Santa Joana.


A otite, conhecida como dor de ouvido, é a segunda maior infecção que atinge as crianças até sete anos de idade. O período de maior incidência é no primeiro ano de vida, no qual 2/3 das crianças apresentam a infecção de ouvido. Aos sete anos, aproximadamente 90% das crianças apresentam otite média e 75% apresentam três ou mais casos.
A bactéria Streptococcus pneumoniae é a causadora da otite média. Isso porque bactérias gostam de local com aglomeração e pouca circulação de ar. Portanto, crianças que frequentam creches, escolinhas ou locais com muita gente estão mais sujeitas à disseminação e exposição desta bactéria.
Normalmente, essas bactérias existem na flora do organismo, mas quando chegam à orelha média pela cavidade nasal ou oral podem causar infecção. Por isso, algumas infecções das vias aéreas causam dores de ouvido.
O principal sintoma da otite média aguda é a otalgia (dor de ouvido), mas outros sintomas podem estar presentes, como febre, a diminuição da audição e os vômitos. Nas crianças com menos de um ano, a otite pode manifestar-se por febre, irritabilidade, prostração, recusa alimentar, vômitos e diarréia.
Se a infecção for leve, o médico pode receitar um analgésico e um antitérmico para a dor e febre. Caso a otite seja mais grave, um antibiótico será receitado e podem ser associados a antiinflamatórios, antialérgicos e descongestionantes nasais.
A melhor prevenção para a otite média é o aleitamento materno, melhor ainda se for exclusivo até os seis meses de vida, além da vacinação contra a gripe (influenza) e antipneumocócica.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624