Voltar
  • Home
  • blog
  • Os perigos da fumaça do cigarro na gravidez

Os perigos da fumaça do cigarro na gravidez

8 de agosto de 2012

Os perigos da fumaça do cigarro na gravidez

*Imagem meramente ilustrativa. A pessoa da imagem não é um paciente do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Mesmo que não fumem, as gestantes devem procurar ao máximo evitar ambientes onde haja pessoas fumando, já que as toxinas do tabaco acabam entrando na corrente sanguínea através da aspiração da fumaça. Quanto mais tempo se passa perto de alguém fumando, maior é a quantidade de toxinas que são absorvidas.
O chamado fumo passivo durante a gestação aumenta o risco de o bebê nascer um pouco abaixo do peso, o que, por sua vez, pode levar a problemas de aprendizado e até, nos casos mais extremos, paralisia cerebral, segundo pesquisas.
O que se sabe também é que bebês que foram expostos à fumaça de cigarro quando estavam na barriga da mãe podem correr mais risco de sofrer da síndrome da morte súbita infantil (Sids, na sigla em inglês), uma condição caracterizada pela morte aparentemente inexplicável de uma criança saudável.
Por isso, não tenha vergonha de se afastar de fumantes ou de pedir que não acendam o cigarro dentro da sua casa ou perto de você.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624