Voltar
  • Home
  • blog
  • Não se automedique: procure um médico

Não se automedique: procure um médico

19 de março de 2013

Não se automedique: procure um médico

*Imagem meramente ilustrativa.


Muitas famílias brasileiras têm um costume perigoso da automedicação. Para qualquer sintoma ou mal estar, o brasileiro ingere medicamentos que outras pessoas não capacitadas indicaram. Antigamente, os antibióticos eram indicados para qualquer moléstia. Além dos efeitos negativos que essas substâncias podem trazer para o organismo dessas pessoas, a resistência aos antibióticos é um problema sério, que tem crescido nos últimos anos.
A resistência é uma alteração nas estrutura das bactérias, que se tornam imunes à ação do medicamento. A sua principal causa é o uso excessivo de antibióticos tanto nos seres humanos como na agropecuária (ingeridos indiretamente pelo homem).
O maior problema desse consumo não recomendado de antibióticos é a falha dos tratamentos quando o paciente realmente precisa desses medicamentos. “A falha terapêutica já está acontecendo em número crescente nas infecções adquiridas na comunidade”, explica a Dra. Rosana Richtmann, infectologista do Hospital e Maternidade Santa Joana, em um artigo para a Revista Prática Hospitalar.
Preocupados com essa situação, profissionais da saúde, consumidores, administradores de saúde e políticos criaram a Aliança Mundial Contra a Resistência Antibiótica. Esse documento tenta alertar o mundo para as consequências que essa resistência traz para a saúde pública.
A indústria farmacêutica ainda não desenvolveu medicamentos mais eficazes para atender às novas necessidades. “Prevemos para um futuro muito próximo a realização de cirurgias com maior complexidade, aumento no número de transplantes e outras terapias imunossupressoras, as quais podem estar relacionadas a um risco tão elevado de infecção que teremos que refletir se seremos ‘capazes’ de tratá-las”, alerta a infectologista.
Essa situação serve para que repensemos a ingestão de medicamentos sem indicação médica. Se aparecerem sintomas de qualquer doença em você ou no seu filho, nunca tome qualquer remédio sem antes consultar um especialista.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624