Voltar
  • Home
  • blog
  • Gravidez de gêmeos: número maior de consultas

Gravidez de gêmeos: número maior de consultas

4 de outubro de 2011

Gravidez de gêmeos: número maior de consultas

Quando se trata de uma gestação múltipla, é mais comum que haja um número maior de consultas médicas e de ultrassonografias do que em uma gravidez de um só bebê, já que ela é considerada de maior risco. Se a gestação dos gêmeos for consequência de um tratamento de infertilidade, os cuidados no primeiro trimestre são ainda maiores.
Atenção à pressão arterial também é maior nesses casos, assim como o número de exames de urina, a fim de acompanhar possíveis complicações como diabetes ou pré-eclâmpsia na gravidez, além de problemas mais comuns, como a anemia.
Gêmeos, trigêmeos ou mais bebês tendem a nascer antes do tempo. Embora algumas gestações de gêmeos consigam chegar até as 40 semanas regulamentares, os médicos costumam ficar satisfeitos se os bebês conseguirem ficar dentro da barriga até as 37 semanas. Antes disso, os bebês são considerados prematuros.
Cerca de 30 por cento das mulheres grávidas de gêmeos entram em trabalho de parto prematuro, e cerca de metade delas dá à luz antes das 37 semanas.

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624