Voltar
  • Home
  • blog
  • Gestante pode comer alimentos crus?

Gestante pode comer alimentos crus?

5 de outubro de 2012

Gestante pode comer alimentos crus?

*Imagem meramente ilustrativa.


Muito se fala a respeito dos perigos que os alimentos crus escondem – principalmente se quem os estiver ingerindo for uma gestante. O que poucos sabem, porém, é que alimentos como frutas podem ser ingeridos tranquilamente pela grávida, mesmo estando com casca – desde que seja bem lavada.
O cuidado com alimentos crus vale para qualquer pessoa, mesmo que ela não esteja grávida, porém a gestante inspira mais cuidados porque seu sistema imunológico já está fragilizado e tudo o que ela come reflete no bebê.
Uma dica importante é que a grávida precisa saber a origem dos alimentos, se eles estão higienizados corretamente, se foram bem armazenados ou ficaram expostos por muito tempo sem refrigeração, o que acontece, geralmente, em restaurantes por quilo.
O maior perigo de contaminação existe se a gestante nunca teve contato com o agente chamado toxoplasma (protozoário encontrado em alimentos crus e mal-lavados), que provoca a toxoplasmose. Na maioria das vezes, essa doença se manifesta como uma gripe forte, que, na gravidez, compromete a saúde do bebê. Neste caso, a infecção pode atravessar a barreira placentária e afetar o feto, provocando graves sequelas cerebrais.
O toxoplasma pode ser encontrado ainda em leite não pasteurizado, ovos crus e vegetais que não foram devidamente limpos (e possam ter tido contato com fezes animais). Quanto mais perto do começo da gestação, mais sérias são as consequências para o feto, que pode sofrer de catarata congênita, surdez, retardo de crescimento ou mental e até morte intrauterina.
A listeriose é outra doença transmitida por alimentos contaminados. Nesse caso, pela bactéria listeria. Patês crus, queijos de pasta mole –como brie, camembert e roquefort– e leites não pasteurizados e seus derivados são os principais vetores de contaminação. “Esta contaminação pode provocar aborto espontâneo, parto prematuro ou a morte do feto.
Há, ainda, a salmonelose, causada pela bactéria salmonela, presente em alimentos crus ou mal cozidos e contaminados por fezes. Os itens que oferecem maior risco são as carnes em geral, os ovos, o leite não pasteurizado e seus derivados e a água.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624