Voltar
  • Home
  • blog
  • Estudo aponta que vacina contra a coqueluche pode perder o efeito com o tempo

Estudo aponta que vacina contra a coqueluche pode perder o efeito com o tempo

11 de dezembro de 2012

Estudo aponta que vacina contra a coqueluche pode perder o efeito com o tempo

*Imagem meramente ilustrativa. A pessoa da imagem não é um paciente do Hospital e Maternidade Santa Joana.


Um estudo conduzido na Califórnia apontou que a vacina contra a coqueluche pode não ser tão eficaz. De acordo com a pesquisa feita pelo Centro Nacional de Imunização e Doenças Respiratórias, na Califórnia, Estados Unidos, jovens que não se vacinaram contra a coqueluche têm nove vezes mais chance de contrair a doença do que aqueles que tomaram as cinco doses do tratamento.
Entretanto, como a eficácia da vacina diminui com o passar do tempo, uma nova dose é necessária. Por isso, a indicação é fazer o reforço DTP durante a adolescência.
O estudo foi feito com crianças de 4 a 10 anos, 682 com coqueluche e 2016 que nunca tiveram a doença. Diante desse resultado, um reforço da DTP para crianças de 11 a 12 anos foi adicionado ao calendário americano de vacinas, além das cinco doses obrigatórias tomadas entre dois meses a seis anos.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624