Voltar
  • Home
  • blog
  • Como dar antibiótico para bebê que cospe? Dicas efetivas!

Como dar antibiótico para bebê que cospe? Dicas efetivas!

21 de novembro de 2022

Como dar antibiótico para bebê que cospe? Dicas efetivas!

Como dar antibiótico para bebê que cospe? Dicas efetivas!

Seu filho dá trabalho na hora de tomar remédio? Saiba que muitos pais se veem diante de problemas na hora de administrar a medicação. Pensando nisso, veja como dar antibiótico para bebê que cospe e evitar que ele vomite, por exemplo.

Nem sempre os pais fazem a melhor escolha quando as crianças não querem tomar um medicamento prescrito. Deixar o nervosismo e a ansiedade à mostra, por exemplo, não é a melhor saída.

A fase crítica vai de dois a cinco anos, pois a criança não consegue entender bem o que está acontecendo, mas já tem energia suficiente para evitar e até atrapalhar os pais. Depois disso, a tendência é ficar mais fácil, pois ela passa a entender a razão dos medicamentos.

Felizmente, existem algumas dicas que ajudam na hora de dar antibiótico para o bebê e ele não vomitar. E é sobre isso que falaremos no decorrer do conteúdo. Porém, antes de mais nada, vale ressaltar que mentir e ameaçar nunca são boas formas de lidar com a questão.

É preciso enfrentar a situação de maneira tranquila, pois a atitude é o verdadeiro espelho da criança. E não custa nada ter um copo de água ou suco por perto na hora do remédio, para tirar o gosto ruim da boca logo depois, não é mesmo?

Dicas de como dar antibiótico para bebê que cospe

O primeiro passo é sempre mostrar o quanto aquilo é necessário. Os pais devem passar aos filhos o conceito de que nem tudo na vida é agradável, mas, muitas vezes, é preciso fazer algo. 

Mentir e demonstrar que o medicamento é gostoso, caso ele não seja, nem pensar. Uma sugestão é que os pais experimentem o remédio, caso seja líquido, antes de tentar administrá-lo. Isso permite saber se é bom, ruim ou péssimo.

A posição em que a criança está na hora de receber o medicamento é de suma importância. O recomendado é deixá-la em um ângulo de 45º para não correr o risco de engasgo. E, se a criança já for mais velha, deixe-a sentada ou em pé, com as costas eretas. 

No caso de medicamentos líquidos, evite colocá-los diretamente no “meio” da boca do bebê ou da criança. Ao ser projetado diretamente para o centro do palato, o pequeno pode engasgar. Logo, opte por dar o medicamento pela lateral da boca.

Certifique-se de usar uma colher de plástico apropriada para o manuseio do medicamento. Essas colheres costumam ter marcação em ml (mililitro), o que auxilia na hora de dar o remédio infantil.

Mas e se o remédio não puder ser misturado com nenhum outro líquido? O que fazer? Por exemplo, deixe um copo de suco já separado, de modo que a criança possa amenizar o gosto ruim do medicamento.

Lembre-se de deixar claro para a criança o que ela está tomando e o porquê. Ela deve saber, desde pequena, a importância do remédio. Por sinal, diga que o medicamento é diferente de bala e que só deve ser tomado quando necessário. 

Como dar remédio na seringa para bebê?

Dar o remédio para o bebê em uma seringa sem agulha é uma das melhores formas de fazê-lo engolir todo o medicamento. Isso porque, quando o instrumento é colocado do jeito certo, fica mais difícil para o líquido escorrer da boca. 

Com a seringa, também, tem-se a garantia de que nada do líquido ficará na ferramenta usada para ingerir o remédio.

Dito isso, é preciso saber posicionar bem a seringa na boca do bebê. Como falado anteriormente, se ela for colocada no centro da boca, o bebê pode engasgar ou vomitar o medicamento.

Por isso, o recomendado é colocar a seringa no canto da boca do bebê e da criança. Além de posicioná-la no canto, ela deve estar voltada para baixo, assim, o líquido não vai para o céu da boca.

Como usar a seringa: passo a passo

  • Preparação Adequada: Certifique-se de que a seringa esteja limpa e esterilizada antes de usar. Agite bem o medicamento, se necessário, para garantir que esteja bem misturado.
  • Posicionamento Confortável: Coloque o bebê em uma posição semi-inclinada, apoiando a cabeça do bebê com uma mão. Mantenha o bebê seguro e confortável, evitando movimentos bruscos.
  • Use uma Seringa Oral: Opte por uma seringa oral apropriada para bebês, que normalmente possui uma ponta de silicone macia para maior conforto.
  • Administração Gradual: Insira a ponta da seringa na boca do bebê, posicionando-a entre a gengiva e a bochecha. Lentamente, pressione o êmbolo da seringa para liberar uma pequena quantidade do medicamento na boca do bebê.
  • Pequenas Quantidades de Cada Vez: Administre pequenas quantidades do medicamento de cada vez para evitar que o bebê se sinta sobrecarregado.
  • Dê Tempo para Engolir: Deixe que o bebê engula o medicamento antes de administrar mais. Evite apressar o processo, permitindo que o bebê se acostume com o gosto e a sensação.
  • Comunicação Calma: Mantenha um tom de voz calmo e tranquilizador enquanto administra o medicamento. Mantenha-se relaxado para evitar transmitir ansiedade ao bebê.
  • Esteja Preparado para Desafios: É normal que o bebê resista ao medicamento ou cuspa parte dele. Esteja preparado para lidar com essas situações com paciência.

Passo a passo: Como dar antibiótico para bebê que cospe

Dar antibióticos a um bebê que cospe pode ser desafiador, pois é importante garantir que o medicamento seja administrado corretamente para garantir que o tratamento seja eficaz. Aqui estão algumas dicas efetivas para administrar antibióticos a um bebê que cospe:

  • Escolha a forma correta: Antibióticos geralmente estão disponíveis em diferentes formas, como líquidos, comprimidos mastigáveis ou pílulas que podem ser esmagadas. Para bebês que têm dificuldade em engolir, a forma líquida é geralmente a melhor opção. Certifique-se de que a farmácia tenha preparado a medicação na forma adequada.
  • Use uma seringa oral: Uma seringa oral (disponível em farmácias) é uma ferramenta útil para administrar medicamentos líquidos a bebês. Ela permite medir com precisão a dose correta e administrá-la diretamente na boca do bebê, evitando derramamentos e desperdícios.
  • Posicione o bebê corretamente: Coloque o bebê em uma posição semi-inclinada para ajudar a prevenir o refluxo ou a regurgitação do medicamento. Mantenha a cabeça do bebê levemente elevada durante e após a administração do antibiótico.
  • Divida a dose: Se a dose prescrita for grande, peça ao pediatra se é possível dividir a dose ao longo do dia. Isso pode tornar mais fácil para o bebê tolerar o medicamento e reduzir a probabilidade de regurgitação.
  • Administre devagar: Ao usar a seringa oral, administre o medicamento lentamente para evitar sobrecarregar o bebê. Dê pequenas quantidades de cada vez e permita que o bebê engula antes de prosseguir.
  • Mantenha o bebê distraído: Muitos bebês não gostam da sensação de tomar medicamentos, então tente distraí-los com um brinquedo macio ou cantando uma música suave enquanto administra o medicamento.
  • Evite misturar com alimentos ou leite: É importante verificar com o pediatra antes de misturar o medicamento com alimentos ou leite. Algumas medicações podem ter sua eficácia comprometida ao serem misturadas com outros líquidos ou alimentos.
  • Recompense e elogie: Após a administração bem-sucedida do medicamento, recompense o bebê com um elogio suave e carinho. Isso ajuda a criar uma associação positiva com o processo.
  • Mantenha a calma: Se o bebê cospe ou recusa o medicamento em um momento, mantenha a calma e tente novamente em breve. Forçar o bebê pode tornar a situação mais estressante para ambos

O que fazer se o bebê vomitar o remédio?

Algumas crianças e bebês vomitam após tomar uma medicação simplesmente por achar o gosto ruim. No entanto, é preciso acompanhar atentamente quantas vezes isso acontece, pois isso pode ser o sintoma de alguma doença que esteja enfrentando no momento.

E, se acontecer o vômito, como saber se o remédio deve ser ingerido, ou não, mais uma vez? Aqui, recomenda-se verificar o tempo de ação. Por exemplo, deu tempo do remédio agir? Ou logo que o bebê engoliu o medicamento, ele vomitou? Informe-se com o seu médico se pode repetir a dose após o vômito.

Conclusão 

Com essas dicas de como dar antibiótico para bebê que cospe, você conseguirá cuidar melhor da saúde de seu filho. E, caso conheça alguém que precise saber disso, aproveite para compartilhar este conteúdo!

Em paralelo, leia mais posts do blog Santa Joana, abordando os principais cuidados com as mamães e os pequenos. Veja alguns exemplos logo adiante!

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624