Voltar
  • Home
  • blog
  • Amamentar: bom para o bebê e para a mamãe

Amamentar: bom para o bebê e para a mamãe

21 de maio de 2014

Amamentar: bom para o bebê e para a mamãe

*Imagem meramente ilustrativa. A pessoa da imagem não é um paciente do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Amamentar é, realmente, tudo de bom. E isso vale para o bebê e também para a mãe. Dra. Clery Bernardi Galacci, neonatologista do Hospital e Maternidade Santa Joana, cita alguns desses benefícios para a mamãe.
Segundo a doutora, a amamentação representa mudanças imediatas e a longo prazo no organismo da mulher. “Os benefícios imediatos são a redução do sangramento, o retorno ao tamanho uterino normal e volta ao porte físico, graças ao maior gasto energético. Isso tudo acontece porque, quando o bebê suga o seio da mãe, ele estimula a produção de um hormônio chamado ocitocina, que faz a contração uterina”, explica.
“No longo prazo, por toda alteração hormonal que a mulher sofre nesse período, observa-se uma diminuição na frequência de câncer de mama, útero e ovário e uma redução de osteoporose na menopausa”, acrescenta a neonatologista.
Por esses e muitos outros benefícios para o bebê, é fundamental amamentá-lo até os seis primeiros meses de vida, momento em que a alimentação exclusiva de leite materno já não é suficiente para garantir todos os nutrientes de que ele precisa.
Os benefícios da amamentação para o bebê também são muitos. Dra. Clery elenca as principais vantagens do aleitamento materno para o desenvolvimento do recém-nascido.
Segundo a especialista, o aleitamento previne a obesidade em fases posteriores da vida da criança, além de melhorar a mielinização do Sistema Nervoso Central. O leite materno também é essencial para o desenvolvimento neuropsíquico-motor do bebê.  “Há vários trabalhos científicos mostrando um grande aproveitamento da gordura do leite materno para o desenvolvimento neurológico e aumento do coeficiente de inteligência da criança”, explica a neonatologista.
Outro benefício importante é a proteção imunológica da criança, que recebe todos os anticorpos da mãe pelo leite. “Além disso, você tem uma parte hormonal, que melhora a frequência de diarreias agudas, a incidência de alergias, de bronquite, de rinite, otite, entre outras. É um benefício indiscutível”, acrescenta.
De acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde, é fundamental manter uma alimentação exclusiva de leite materno até os primeiros seis meses de vida da criança. Consulte um pediatra para saber sobre outros benefícios importantes do aleitamento materno para a criança.

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Categorias

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624