Voltar
  • Home
  • blog
  • A relação entre grávidas e os animais domésticos

A relação entre grávidas e os animais domésticos

27 de outubro de 2011

A relação entre grávidas e os animais domésticos

Não é proibido que grávidas tenham cães e gatos. Entretanto, os cuidados devem ser redobrados. Isso porque o parasita responsável pela infecção por toxoplasmose pode ser transmitido pelo contato com as fezes de gatos. Apesar do perigo, tal fato não significa que o animal deve ser isolado. Basta que a gestante não mexa ou limpe as fezes dos gatos.
Caso não tenha a possibilidade de delegar esta tarefa a outra pessoa, a gestantes deve utilizar luvas descartáveis para manipular urina, fezes e secreções do animal. Vale destacar que outros animais domésticos, como os cães, não transmitem o parasita.
Dra. Rosana Richtmann, infectologista do Hospital e Maternidade Santa Joana, dá algumas orientações:
• Cuide da alimentação dos gatos, oferecendo ração em vez de carnes cruas ou mal cozidas, contribuindo para que ele não contraia o parasita.
• Evite que o gato saia de casa, alimentando-se onde não há esse controle.
• Limpe muito bem o local onde ele deposita suas fezes.
• O parasita da toxoplasmose pode ser levado pelas correntes de ar pela casa, depositando-se em frutas, verduras e legumes, que devem ser muito bem lavados antes do consumo

Agendar visitaPrecisa agendar uma visita ou uma consulta?Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624