Voltar
  • Home
  • blog
  • Estudo aponta que leite materno possui forte resposta imunológica à Covid-19

Estudo aponta que leite materno possui forte resposta imunológica à Covid-19

27 de maio de 2020

Estudo aponta que leite materno possui forte resposta imunológica à Covid-19

De acordo com pesquisadores, há uma forte resposta imunológica protagonizada pelo anticorpo IgA em leite humano

Um estudo, ainda em análise e não publicado, realizado pela Escola de Medicina Icahn do Monte Sinai, em parceria com a Universidade da Califórnia, aponta que o leite materno pode conter uma forte resposta imunológica ao novo coronavírus, denominado Sars-CoV-2.

Os pesquisadores da instituição analisaram amostras de leite de mulheres que testaram positivo para a Covid-19.

Confira a seguir os detalhes da pesquisa e entenda por que ela representa um avanço importante nos estudos relacionados às medidas de prevenção e tratamento dessa doença.

Por que o leite materno está sendo estudado para o combate à Covid-19?

O leite materno é composto de uma série de substâncias que fortalecem o sistema imunológico dos bebês. Ele possui anticorpos que passam da mãe para o filho durante a amamentação, o que aumenta a resposta imune contra diversas doenças.

Rebeca Powell, professora e pesquisadora da Escola de Medicina Icahn do Monte Sinai, iniciou estudos mais aprofundados a respeito da possibilidade de componentes do leite materno poderem auxiliar no combate à Covid-19.

A imunologista, juntamente com sua equipe, isolou os anticorpos e outras proteínas de amostras de leite com o objetivo de testar anticorpos contra novo coronavírus.

Pesquisas semelhantes foram realizadas em anticorpos presentes no plasma sanguíneo e obtiveram resultados otimistas. Elas contam com a utilização de anticorpos como parte do tratamento de pessoas que não tiveram contato com o vírus.

Como as amostras de leite foram analisadas?

Os pesquisadores consideraram 15 amostras de leite que foram doadas por mulheres que contraíram a Covid-19. Além delas, foram coletadas 10 amostras do banco de leite que foram incluídas antes de dezembro de 2019, ou seja, antes do surgimento dos primeiros casos da doença.

A análise laboratorial detalhada do leite materno recolhido após o início da pandemia revelou que 80% das amostras continham imunoglobulina A. Também conhecida como anticorpo IgA, sua função é proteger nosso organismo contra a entrada de bactérias ou vírus através de mucosas.

Na publicação do resultado da pesquisa, os pesquisadores afirmaram que “no geral, os dados indicam a presença de uma forte resposta imune à Sars-Cov-2 dominante em sIgA no leite materno após a infecção na maioria dos indivíduos. Isso enfatiza a importância da realização de um estudo mais abrangente dessa resposta”.

O leite materno, em sua forma pura, pode ser usado no tratamento da Covid-19?

De acordo com os resultados da pesquisa iniciada pelos pesquisadores do Hospital Monte Sinai, o leite materno na forma como ele é apresentado, pode não ser a solução para o combate à Covid-19.

De acordo com os dados compartilhados, é necessário que os anticorpos sejam isolados e purificados. Só depois desse processo é que novos estudos poderiam ser realizados para avaliar se eles são viáveis ao tratamento da doença.

Qual é a importância dos anticorpos presentes no leite materno?

O leite materno é responsável por proteger o bebê contra uma série de infecções. Ele possui os nutrientes necessários para o crescimento saudável das crianças e, portanto, o ideal é que ele seja oferecido até o primeiro ano de vida.

Colostro é o nome do leite da primeira fase da lactação, que acompanha os primeiros dias de vida do bebê. Ele contém imunoglobulinas, anticorpos que colaboram com a saúde do bebê até que a criança seja vacinada.

O Hospital e Maternidade Santa Joana tem tomado todas as medidas necessárias para proteger os pacientes e o público em geral nesse contexto de pandemia. Uma delas é a preocupação em compartilhar informações relevantes sobre pesquisas realizadas a respeito do combate à doença. Que mais boas notícias sejam compartilhadas em breve.

Fonte: O Globo
https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus/leite-materno-pode-ser-usado-no-tratamento-para-covid-19-diz-estudo-1-24423312

Validado por:

Dra. Mônica Siaulys – Anestesista Grupo Santa Joana e Coordenadora Médica Centro de Ensino Pesquisa e Inovação na Grupo Santa Joana

Resp. Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro. CRM: 31624

Categorias

Agendar visitaAgende uma visita, vamos adorar receber você.Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624