Voltar
  • Home
  • blog
  • Pré-natal ajuda a reduzir níveis de mortalidade

Pré-natal ajuda a reduzir níveis de mortalidade

11 de novembro de 2011

Pré-natal ajuda a reduzir níveis de mortalidade

Pode parecer redundante, mas várias gestantes não se dão conta da importância do pré-natal para sua saúde e para o bem-estar de seu bebê. Mesmo nas redes públicas, como o SUS, existem programas voltados exclusivamente para as gestantes, como o Programa de Atenção Integral de Saúde da Mulher (PAISM), criado na década de 80.
A melhora na atenção à saúde da mulher, como o atendimento pré-natal e o planejamento familiar, poderão ter impacto importante na redução da mortalidade materna e neonatal.
Em 8 de março de 2004, o Ministério da Saúde lançou o Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal, em parceria com os estados, os municípios e a sociedade civil. Esse processo foi considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma experiência modelo para outros países em redução da mortalidade materna e neonatal. Nesses dois anos de atividades, ocorreu uma queda de 8,7% da mortalidade infantil – em crianças com até 1 ano de idade – e de 7,3% da mortalidade neonatal – bebês com até 28 dias de vida.
As complicações da gestação, parto e e pós-parto constituem a décima causa de mortes em mulheres. Com um acompanhamento pré-natal e atenção ao parto adequados, consegue-se evitar a maior parte dessas mortes.

Agendar visitaAgende uma visita, vamos adorar receber você.Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624