Voltar
  • Home
  • blog
  • Alimentação correta: aliada na amamentação

Alimentação correta: aliada na amamentação

26 de outubro de 2011

Alimentação correta: aliada na amamentação

Uma das grandes preocupações das mães no pós-parto é recuperar o peso e o corpo que tinham antes da gravidez. “Embora o momento não seja para dieta restrita, algumas dicas podem ajudá-la a voltar ao seu peso ideal, sem comprometer as necessidades nutricionais do seu bebê nesta fase”, explica a nutricionista Magda Maria Brito dos Santos, do Hospital e Maternidade Santa Joana.
Saiba que, quando gestante, sua necessidade calórica adequada para gerar seu bebê gira em torno de 200 a 300 calorias a mais por dia. Já no período de amamentação, esta necessidade calórica passa para 500 calorias a mais por dia. Portanto, neste período, o corpo pede atenção especial para proporcionar um momento equilibrado para a amamentação.
Recomendações nutricionais
 Fracione as refeições em torno de seis vezes ao dia, em quantidades moderadas. Mastigue devagar e coma em lugar tranquilo. Consuma alimentos com baixo teor de gordura e evite ingerir líquidos durante as refeições principais, para facilitar a digestão;
 
 Nada de excessos no consumo de sal. Evite alimentos prontos como sopas em pó, temperos e caldos em tabletes, molhos em geral (Shoyo, molho inglês), catchup, mostarda, conservas em geral;
 Evite bebidas alcoólicas, que passam do leite rapidamente para o bebê. Consuma com moderação bebidas cafeínadas (café puro, chá mate, chá preto, chá verde e refrigerantes à base de cola ou guaraná) e chocolate;
 No primeiro mês após o parto, evite os grãos de leguminosas (feijão, ervilha, grão de bico, lentilha) e verduras como repolho, couve flor, brócolis, pepino, couve, rabanete. Ao passar as primeiras semanas do pós-parto, pode-se começar a introduzir as leguminosas na alimentação: passe os grãos por uma peneira, amassando com uma colher e consuma o caldo, esta dica ajudará a fermentar bem menos, pois as películas fibrosas não farão parte do seu consumo, somente o caldo com seus nutrientes essenciais;
 Consuma no máximo até 2 porções de leite e derivados ao dia, pois o leite também deixa resíduos e, portanto, também fermenta muito, provocando formação de gases indesejáveis neste momento. Evite o excesso de amêndoas e amendoim, durante os primeiros seis meses de amamentação;
 Beba bastante líquido, no mínimo três litros por dia (água, sucos, chás, sopas), pois os líquidos estimulam a produção de leite e regularizam a função intestinal. Evite os líquidos gaseificados (refrigerantes, água com gás);
 Quanto a temperos fortes (pimentas, por exemplo) mantenha o que já é de uso habitual. Isto ajudará a evitar possíveis reações alérgicas no bebê, mas saiba que existem estudos que comprovam que mães que sempre fizeram uso, por exemplo, de pimenta ao longo da vida (incluindo a gestação), normalmente não apresentam problemas durante a amamentação, pois o bebê já teve contato anterior com este condimento. Mas não abuse de situações novas neste período, a manutenção do hábito é imprescindível.

Categorias

Agendar visitaAgende uma visita, vamos adorar receber você.Quero agendar uma visita

© 2020 Santa Joana. Todos os direitos reservados.

Rua do Paraíso, 432 | CEP 04103-000 | Paraíso | São Paulo | SP | 11 5080 6000

Responsável Técnico: Dr. Eduardo Rahme Amaro | CRM 31624